quinta-feira, 24 de maio de 2012

Aula Inaugural de Locução Esportiva

Fui incentivado por diversos telespectadores da TV Corinthians e alunos e ex-alunos do Curso de Locução Esportiva que lecionei durante mais de 2 anos na Radioficina - Escola de Locução e Sonoplastia a manter um blog a respeito das minhas aulas. Aceitei o desafio e a partir de agora vou dar aulas de forma gratuita por aqui.
No início serão aulas teóricas. Mas daqui a alguns dias postarei vídeos e áudios para que todos aqueles interessados possam praticar as suas narrações em diversas modalidades esportivas. Será um prazer ter a participação de todos por aqui. Por isso, conto com os comentários e com a divulgação desse espaço para todos os seus conhecidos.
Como não poderia ser diferente, a primeira aula será breve e nostálgica. É preciso passar a todos vocês pelo menos um pouquinho da história das narrações. Mas não vou até à Pré-História.
O Rádio, sem sombra de dúvidas, foi a grande válvula para o surgimento de grandes narradores esportivos. Em outros posts vou dar nome aos profissionais, mas por enquanto vou me limitar a falar de estilos.
Nos anos 60, principalmente, as narrações de Rádio eram lentas e comedidas. Não havia muitas emoções nas transmissões esportivas, até porque tinham aspecto jornalístico informativo. Os narradores levavam ao ouvinte de forma caprichada, cheia de adjetivos e predicados e figuras de linguagem os lances da partida. Fiori Gigliotti, por exemplo, criou bordões que entraram para história: "Apita o árbitro, abrem-se as cortinas e começa o espetáculo"; "Bola na área, balão subindo e descendo". Agüenta coração, torcida brasileira"; Crepúsculo de jogo"; enfim, termos rebuscados e com um português impecável.
Aliás, essa era uma tônica. Pedro Luiz, por exemplo, era apelidado de Lord, pelas vestimentas que usava para as transmissões e pelas belas palavras utilizadas para discursar nas ondas do Rádio. Essa foi praticamente a tônica dos anos 60 e 70. No final dos anos 70, as palavras e expressões passaram a ser mais ousadas e populares. Osmar Santos foi o grnde responsável por isso.
Osmar, sem dúvida, foi o grande narrador esportivo brasileiro. "Ripa na xulipa e pimba na gorduchinha"; "Animal, garotinho, animal!"; isso foi novo e até certo ponto assustador. Mas eram outros tempos. E ainda bem que isso aconteceu.
Junto com Osmar vieram José Carlos Araújo e José Silvério. Narrações populares mas não menos rebuscadas. Cada um ao seu estilo. Prometo que em postagens futuras vou falar um pouquinho de cada grande narrador de Rádio e TV. Isso foi apenas para dar um gostinho do que virá por aqui.
Nas prócximas posstagens vou mostras as diferentes formas de se narrar em Rádio e TV.
Sejam bem-vindos e, por favor, façam seus comentários.

16 comentários:

  1. Acompanhando SEMPRE as aulas do meu grande amigo e irmão LC!
    Grande e forte abraço!

    ResponderExcluir
  2. Fala Luisão!!! Parabéns pelo trabalho!!!

    ResponderExcluir
  3. PROF..LUIZAO PODERIA MANDAR POR EMAIL AS AULAS SHOW DE BOLA ALEGRIA ALEGRIA ABRACAO ROLIM

    ResponderExcluir
  4. Luisão, o Locutor do Povão!.... Parabens pelo trabalho, sucesso sempre

    ResponderExcluir
  5. Irei acompanhar seu blog a partir de agora. Sou amante de futebol desde criancinha... rs.

    abs
    Turí

    ResponderExcluir
  6. Preciso de dicas estou começando agora

    ResponderExcluir
  7. Preciso de dicas estou começando agora

    ResponderExcluir
  8. Marquito Gomes, algumas vezes já fui reporte de campo, mas meu grande desafio, (sonho) será a narração no rádio. que está programada para o dia 27 deste mês de fevereiro no sábado a tarde, pelo campeonato Brumadense de futebol. professor Luis, preciso de sua ajuda. trabalho no radio a doze anos com uma programação sertaneja. tenho 48 anos de idade e desde criança cresce e até hoje ainda apaixonado pelo radio. se DEUS quiser vou realizar este sonho.

    ResponderExcluir
  9. ah, o confronto serã entre as equipes do Bahia x vila

    ResponderExcluir
  10. zap 77 9 9942 0318 e 77 9 8806 8780 http://www.alternativa97.com.br/aovivo

    ResponderExcluir
  11. Sou radialista desde os 18 anos, e sempre tive o sonho de aprender a narrar partidas de futebol, hoje estou com 56, e agora o sonho pode se realizar, aguardo com ansiedade! Se puder, por favor, me mande dicas pelo meu e-mail! valdir.amaral51@hotmail.com. Atenciosamente, agradeco de coracao!

    ResponderExcluir
  12. Sou radialista desde os 18 anos, e sempre tive o sonho de aprender a narrar partidas de futebol, hoje estou com 56, e agora o sonho pode se realizar, aguardo com ansiedade! Se puder, por favor, me mande dicas pelo meu e-mail! valdir.amaral51@hotmail.com. Atenciosamente, agradeco de coracao!

    ResponderExcluir
  13. Chegando por aqui, de início ja me identifiquei bastante, excelente blog

    ResponderExcluir
  14. Chegando por aqui, de início ja me identifiquei bastante, excelente blog

    ResponderExcluir
  15. muito bacana e importante para mim que estou começado

    ResponderExcluir
  16. Olá amigo estou a um ano no Radio e faço minha estreia como narrador,o dia 02/09, É muito bom ter um espaço assim parabéns pelo seu blog vou te acompanhar.

    ResponderExcluir